Mousse de elderflower e mel

(Antes de mais deixem-me deixar apenas uma mensagem e um pedido de desculpas por não ter nas últimas semanas visitado as cozinhas amigas, nem agradecido ou comentado as vossas visitas aqui à Padaria. Vamos ver se esta semana consigo estar em frente ao computador por mais de meia hora sem ter dores de cabeça e se ponho a escrita em dia!)

Mais uma sobremesa inspirada nos sabores e aromas do Verão sueco. A minha sogra prepara todos os anos xarope de elderflower que depois podemos diluir num delicioso refresco, em sobremesas, ou mesmo para marinar carne e peixe. O Ikea vende garrafinhas deste xarope, pronto a usar nesta receita. Se apreciam sabores leves e florais e sobremesas pouco doces, esta é uma excelente opção para um fim de refeição que vai impressionar.
 

 

Ingredientes: (6 florinhas)

  • 1 dl de xarope de elderflower
  • 2 colheres de sopa de mel (dependendo um pouco do vosso gosto)
  • 2,5 dl de queijo quark, requeijão, ou queijo fresco
  • 2,5 dl de natas
  • 3 folhas de gelatina

Preparação:

Batam o queijo até estar cremoso. Misturem o xarope de elderflower com o mel e aqueçam no micro ondas. Neste líquido dissolvam as folhas de gelatina, e batendo bem, acrescentem-no ao queijo. Deixem arrefecer um pouco, quando a gelatina começar a solidificar,  envolvam no queijo as natas batidas em chantilly. Deitem o preparado em taças ou forminhas e reservem no frigorífico até servir. Se vão usar formas de silicone, aconselho-vos a colocar a mousse no congelador, de outra forma torna-se bastante difícil desenformar a mousse

Kryddbröd – Pão de especiarias sueco

Uma mistura entre pão e bolo, macio e leve, rico em aromas e sabores tradicionais da Suécia. Estranhamente comi pela primeira vez este pão no Bloom in the Park, um restaurante aqui em Malmö  que serve um delicioso Afternoon Tea e onde fomos com o meu sogro e a minha segunda sogra, tomar chá há umas semanas.  A acompanhar o chá, e antes das finger sandwiches, chegou à mesa um pão escuro, ligeiramente doce, torrado em fatias finíssimas e servido acompanhado de sardinhas em lata. Leram bem, e garanto-vos que embora possa parecer estranha, a combinação das especiarias e doçura do pão com as sardinhas é uma delícia.

Voltei a casa decidida a fazer eu mesma este pão, e depois de muito procurar encontrei aqui uma receita que penso se assemelharia ao pão que tínhamos provado. Fiz bastantes alterações porque quis introduzir os sabores e texturas do pãozinho do Bloom in the Park. Desta vez usei uma forma de bolo inglês, e servi este pão durante um Brunch que tivemos este sábado para celebrar os anos do viking, mas podem também cozer o pão em mini formas de pão -de -forma.

 A receita sueca é feita com  um xarope escuro próprio para fazer pão (brödsirap), mas  como sei que este produto não se vende em Portugal, usei Melaço de Cana. Depois de frio e cortado em fatias, congela muitíssimo bem.  Se bem se lembram publiquei há meses outra receita de um pão escuro sueco tradicional no Natal – Vörtbröd, se gostam deste tipo de pão, não passem sem a experimentar.

Ingredientes:

  • 50 gramas de açúcar
  • 1 colher de sopa de anis em pó
  • 1 colher de sopa de canela em pó
  • 1 colher de sopa de gengibre em pó
  • ½ colher de chá de sal
  • Raspa de uma laranja (ou a quantidade equivalente de casca de laranja cristalizada picada)
  • 120 gramas de farinha de trigo
  • 120 gramas de farinha de trigo integral
  • 50 gramas de sementes de girassol e amêndoas muito grosseiramente picadas
  • 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
  • 3 dl de iogurte natural líquido
  • 1 dl de melaço de cana
  • Manteiga para untar a forma
  • Amêndoas picadas para polvilhar

Preparação:

Aqueçam o forno a 175ºC. Barrem a forma com manteiga e salpiquem-na com amêndoas em lascas. Batam o melaço com o iogurte, acrescentem todos os ingredientes secos, misturem até tudo estar bem incorporado, mas sem bater. Deitem o preparado na forma e levem ao forno até o pão estar cozido (50 a 60 minutos).