Fim de semana e um Sunday roast que se faz enquanto põem a mesa

Por aqui mais um fim de semana como tantos outros, o viking foi para o escritório, o heach chef telefonou a perguntar se eu podia ir trabalhar mais cedo. Escusado será dizer-vos que temos um banquete esta noite, e o prato principal é leitão. Amanhã conto-vos tudo, e imagino já que vai haver, como habitual nestes dias de banquetes, muito para contar.

DSC_0260a
Hoje deixo-vos a sugestão para um assado rápido e que vai fazer um sucesso nos vossos almo-ços em família.
Tenho saudades dos almoços de família ao domingo. Em Portugal é um hábito que a minha família continua a ter e que eu perdi desde que vim para a Suécia.
Aqui as famílias não são tao “unidas”, ou pelo menos a família do viking, a única que aqui tenho, não é.
Em casa como sabem somos só dois e por isso fazer uma peça de carne assada, que só o viking vai comer é um desperdício e honestamente uma perda de tempo.
O filet de porco, é uma peça mais pequena e suculenta que se cozinha muito rapidamente e por isso ideal para famílias ou grupos mais pequenos.

DSC_0254a
O único truque é não cozinharem a carne demasiado ou ficará seca e sem graça nenhuma.
Servi o assado com puré de pastinaca, legumes no forno e molho rápido de vinho tinto, vão gostar.

Vão precisar de:

Porco
1 filet de porco (limpo e dividido)
S&P
Manteiga
Vinho tinto
Caldo de carne
Tomilhos

Legumes no forno
Pastinaca
Cenouras
S&P
Manteiga
Tomilhos

Puré de pastinaca
Pastinaca
Leite
S&P
Manteiga
Preparação:
Aqueçam o forno a 160°C.
Descasquem e cortem as pastinacas, usem metade para fazer o puré. Basta cozê-las em leite, escorrer bem e triturá-las com um pouco de manteiga.
Ponham as restantes pastinacas num tabuleiro juntamente com as cenouras, um pouco de man-teiga temperem, salpiquem com as ervas e levem ao forno agitando o tabuleiro de vez em quando.
Marquem o filet numa frigideira com manteiga, A gordura tem de estar muito quente. Tempe-rem com sal e pimenta.
Transfiram a carne para um tabuleiro, reguem com o vinho tinto e o caldo de carne, acrescen-tem os tomilhos.
Por esta altura os vossos legumes já devem estar tostadinhos, baixem o forno para 120°C e coloquem a carne no forno. Se só agora vão colocar os legumes no forno, cubram a carne com papel e alumínio.
Quando a carne estiver pronta, (o centro deve estar ainda rosadinho, usem um termómetro se necessário, mas não a deixem secar – 60°C – 65°C)
Retirem a carne do tabuleiro, embrulhem-na em papel de alumínio para descansar.
Coloquem o líquido em que assaram a carne ao lume para reduzir, vão retirando a gordura em excesso. Fatiem o filet, terminem o molho com uma colher de manteiga e sirvam com o puré e os legumes.
Bom almoço e bom fim-de-semana para todos.

Grandes datas com pequenos significados e ementa de S. Valentim no restaurante

Lembrar-se-ão os leitores mais antigos da Padaria que nunca tive por hábito celebrar ou encenar o dia de São Valentim com jantares românticos, rosas, velas, corações e langerie nova.
O ano passado as coisas mudaram um pouco. A verdade é que como sabem passo tão pouco tempo com o viking, que qualquer motivo para um jantar especial é bem-vinda.

DSC_021111
Faz agora um ano trabalhei neste dia apenas de dia. Lembro-me de estar a fazer a mise em place para o jantar com o head-chef, os dois a contar os minutos para podermos correr para casa, e preparar um jantar mais arranjadinho para as nossas caras metades. Às 8 estava eu em desespero frente às refeições congeladas do supermercado do outro lado da rua, e acabei por fazer um risotto, o head-chef passou pelo burger king.
Soube depois que enquanto eu bebia um copo de vinho e folheava o presente comprado em segredo pelo meu viking (sim recebi uma prenda no dia dos namorados….uma novidade por estas bandas.), o serviço no restaurante estava em modo de auto destruição. A coisa acabou com o despedimento de um chef dois dias depois, e o jantar de muitos casais arruinado.
Este ano vou eu trabalhar nesta noite.

DSC_021411

Sei que vou chegar a casa pela uma da manhã a cheirar a carne grelhada, com chocolate no cabelo, uma salada e provavelmente um hamburger para o marido.

Sei que o meu viking vai ter velas na casa de banho para eu relaxar um pouco enquan-to tomo um duche. Sei que vai bater à porta  com um copo de vinho tinto. Sei que vamos acabar por comer na cama, com os meninos a tentarem roubar as batatas fritas do prato do paizinho. Sei que o viking se vai levantar da cama e fazer chá, se tiver sorte trazer a sobremesa, ou apenas uns cubos de chocolate.

Sei que não é o típico jantar de namorados, e que em vez de ir ao cabeleireiro para arranjar o cabelo, vou comer com uma toalha de banho à volta da cabeça e certamente adormecer antes de terminar o meu chá. Talvez esta noite vos pareça triste e sem graça, mas para nós que infelizmente passamos tão pouco tempo juntos, um gelado comido da caixa e uma chávena de chá, valem mil vezes mais do que qualquer menu romântico preparado por um qualquer restaurante.

Vejam a sobremesa deste menu aqui.

DSC_021611
O Kramer não é exceção e oferece também um menu de dia da São Valentim. Mais, os hotéis Scandic oferecem um pacote que inclui jantares românticos, fruta, chocolates e espumante no quarto e pequeno almoço!!
A receita de hoje é o prato principal do nosso menu romântico.
Tournedos, Pommes Anna, puré de brócolos, molho de vinho tinto, pickles de cebolas.

Ingredientes: (sem quantidades)

Carne:
Tournedos
Sal e pimenta
Rosmaninho
Alho
Manteiga

Preparação:
Aqueçam a manteiga e fritem (penso que se diz marcar, em português) os tornedós, acrescen-tem o rosmaninho o alho, sal e pimenta. Vão regando com a manteiga. Podem terminar os tor-nedós ao lume ou colocá-los no forno. Usem um termómetro para controlarem a temperatura da carne e não se esqueçam que depois de retirarem os tornedós do forno a temperatura ainda aumenta por volta de cinco graus.

Puré de brócolos:
Brócolos
Sal e pimenta
Manteiga

Preparação:

Cozam os brócolos em bastante água. Resfriem-nos rapidamente para que mantenham a cor. Como uma varinha mágica ou bimby passem o puré, acrescentem sal e pimenta. Antes de ser-vir aqueçam-no levemente com um pouco de manteiga.

Pommes Anna – receita aqui

Molho de vinho tinto:

Ingredientes:
Cebolas, cenouras, ou qualquer resto de legumes que tenham em casa para o mirepoix
Vinho tinto
Caldo de carne
Manteiga
Sal e pimenta
Tomilhos
Vinagre balsâmico

Preparação:
Salteiem os legumes e o tomilho.
Acrescem o vinagre e deixem reduzir.
Façam o mesmo com o vinho tinto e finalmente o caldo de carne.
Reduzam até terem uma consistência enxaropada (quase como um demi-glace). Alternativa-mente podem engrossar o molho com um pouco de maizena.
Passem o molho por uma rede fina e temperem apenas antes de servir.