bolos e sobremesas · livros

Na ponta dos dedos – Tarte de citrinos e um convite em miniatura

Ao contrário do que é hábito aqui na Padaria, hoje em vez de uma receita, começo por vos fazer um convite. A primeira grande mostra de livros miniatura pode ser visitada este mês no Centro Cultural de Belém. Mais de quinhentos livros, quatro mil anos de livros miniatura, alguns tão pequenos que cabem numa casca de noz.

Aqui podem ler mais sobre os projectos ligados a esta colecção e deliciarem-se  com belíssimas fotografias destes preciosos e encantadores objectos. Se estiverem ou passarem por Lisboa este mês, sozinhos, ou com os vossos minis, não percam esta exposição.

Um livro de culinária não podia faltar! – The Chuncky Book, Sandwiches, Salads, Chafing Dish, Cocktails. 1905. Primeiro Livro Miniatura dedicado à arte culinária. Reúne os quatro volumes, também editados em separado. Encadernação em pele de antílope castanha.

A receita de hoje podia quase ser servida num banquete em Lilliput: Mini tartes de citrinos. A receita é inspirada na conhecida Tarte au citron, mas com uns toques pessoais que resultaram numas tartes leves  e aromáticas, mesmo ao gosto da época.  Vou indicar a receita para uma tarte de 23 cm de diâmetro, imagino que mais ninguém terá a paciência de fazer mini tartes.  🙂

Se não gostarem ou não tiverem tempo de fazer a base da tarte em casa, podem usar  massa quebrada já feita. Como já vos tenho dito, não aprecio massa de tarte doces, mas neste caso, e para balançar o ácido do recheio, acrescentei à receita uma colher de sopa de icing sugar. Usei sumo de tangerinas, as que tínhamos em casa eram tão ácidas que não as conseguíamos comer de outra forma, mas podem usar qualquer citrino de que gostem. Limão, lima ou toranja parecem-me excelentes opções.

Ingredientes:

Base:

  • 210 gramas de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de icing sugar
  • 100 gramas de manteiga aos cubinhos
  • 1 colher de chá de canela
  • 1 pitada de sal
  • Raspa de 1 limão
  • 1 ovo

Recheio:

  • 200 gramas de açúcar

    Artigo da revista Ler - cliquem na imagem para aumentar
  • 5 ovos
  • 2 dl de sumo de citrinos e raspa da casca dos mesmos
  • 1,5 dl de natas
  • Preparação:

Preparação:

 Começamos com a base. Num processador de alimentos combinem todos os ingredientes secos. Juntem a manteiga fria, e usando o “pulse” misturem até a massa ficar em migalhas. Acrescentem o ovo e batam até a massa ligar. Quanto menos trabalharem a massa melhor, para evitar derreter a manteiga.

Embrulhem a massa em película aderente e guardem-no no frigorífico durante meia hora.

Estendam a massa e forrem a tarteira. Coloquem-na de novo no frigorífico por mais meia hora. (É importante que a massa esteja bem fria pois evita que encolha aquando da cozedura.)

Aqueçam o forno a 200ºC.

Piquem a base da tarte com um garfo. Forrem-na com um pouco de papel de alumínio e encham-na com feijão ou grão. Levem ao forno durante 12 minutos. Retirem o papel de alumínio com o seu “recheio” e voltem a colocar a tarte no forno por mais 10 a 15 minutos. A base de tarte tem de estar completamente cozida e seca, ou vai ensopar o recheio.

Enquanto a base coze pela segunda  vez, preparem o recheio, misturando todos os ingredientes.

Baixem a temperatura do forno para 170ºC.  Com  muito cuidado, e sem retirar a tarte do forno, encham-na com o recheio. Cozam a tarte durante aproximadamente 30 a 35 minutos. Cuidado para não cozerem demasiado a tarte, o centro deve estar ainda mole quando a retirarem do forno.

Antes de servir polvilhem a tarte com um pouco de icing sugar.

15 thoughts on “Na ponta dos dedos – Tarte de citrinos e um convite em miniatura

  1. Fiquei deliciada…com os livros em miniatura (não sabia…) e com as tuas mini tartes, deliciosas!!
    Tinha de haver de culinária 🙂
    Levo a receita das tartes…o sabor cítrico agrada-me bastante.
    Beijinho e uma boa semana!

    Gostar

  2. Ana,
    Aqui estão algumas das coisas que eu gosto mesmo muito: livros, comida, tartes, limão.
    Adorei a sugestão da exposição. Lembro-me de a minha mãe ter uns dicionários miniatura (colecção Lilliput) que me fascinavam.
    Beijinhos

    Gostar

  3. Ana, muito interessante esta tua sugestão, pena não estar mais perto para poder lá dar um saltinho…
    Quanto às tartes, sou super fã de miniaturas, adorei estas tuas tartezinhas, cheias de charme 😉
    Boa semana 🙂

    Gostar

  4. pois tartes assim pequeninas ficam tão lindas , mas para ficar satisfeita teria que comer umas quantas…o sabor citrico agrada-me.
    pena não poder ir a essa exposiçao pois acho esses livros lindos.
    boa semana
    bj

    Gostar

  5. Desde criança tenho uma certa fascinação por miniaturas. Se eu estivesse aí em Portugal com certeza iria conferir essa exposição. O mesmo ocorre com as tortinhas, adoro, sempre que possível, fazê-las pequenas mesmo. Parecem deliciosas, adoro sobremesas cítricas 🙂
    Obrigada pela dica e pela receita!

    Gostar

  6. Fui hoje visitar a exposição e achei uma maravilha . A não perder. A visita foi guiada pelo pórprio artista.
    Não se atrasem porque acaba no próximo dia 26 de Novembro.

    Ana, acho lindo teres divulgado a exposição e teres assinalado o evento com estas pequenas e delicadas obras de arte culinária.
    Bjs

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s