comida sueca · Natal

Véspera de Natal na Suécia – tradições e ementa

Não sei como é o  Natal nas vossas casas, mas na minha família a ceia de dia 24 requer dias de preparação e horas infinitas passadas na cozinha.  Na Suécia, e pelo que tenho experienciado e lido, a Julafton ou noite de Natal, parece ser muito mais calma e simples de preparar. Não sei se ainda há pessoas que curam salmão em casa, preparam as conservas de peixe. Na família do viking quase tudo se compra feito, todos os pratos de peixe vêm de um fumeiro local, o fiambre já se compra pré cozinhado, a minha sogra faz almôndegas, e alguns acompanhamentos. A sobremesa como puderem ler no post de ontem demora meia hora a fazer. Honestamente, e sem exagero penso que ainda que se façam alguns pratos em casa, 3 horas são o suficiente para  se preparar a refeição sueca da noite de Natal à qual se chama Julbord (Jul “Natal” + Bord “Mesa”).

A tradição de servir uma espécie de Buffet com este nome, está ligada às celebrações pagãs do solstício de Inverno, sobre este assunto escreverei mais tarde um outro post.

Na minha família sueca, e em muitas outras, os festejos da véspera de Natal, começam sem falta às três da tarde. A esta hora sentamo-nos em frente à televisão, e enquanto bebemos glögg e comemos bolachas de gengibre e chocolates, assistimos ao Kalle Anka och hans vänner önskar God Jul  –  O Pato Donaldo e os seus amigos  desejam um bom Natal.

É programa especial de Natal de Disney que passa na televisão sueca desde 1960 e que ainda é visto por um terço da população neste dia. Os maiores fans do programa na família são o meu cunhado e o viking que literalmente sabem partes do texto de cor. Pessoalmente, acho esta parte do dia uma valente seca, e com a noite a chegar, aquecida pelo Glögg, acabo sempre por adormecer no sofá.  Os meus sobrinhos também não têm paciência para desenhos animados e costumam sentar-se a ler na outra sala, mas eu nunca tive coragem de fazer o mesmo.

Assim que o programa acaba eu suspiro de alívio, e volto a sentar-me porque o meu cunhado troca imediatamente de canal e voltamos a ver o mesmo programa na versão dinamarquesa.

bild – AFTONBLADET/ fotografia do Jornal Aftonbladet

Por volta das seis da tarde, em Portugal a esta hora ainda o meu pai anda às compras porque nos falta sempre qualquer coisa, começa na Suécia a consoada.

A julbord é um enorme buffet organizado em várias secções. (Não pensem que é passar com o prato e cada um tira o que quer, aqui há regras. Tudo em fila indiana de prato na mão para o buffet, servimo-nos de uma secção, comemos, voltamos todos ao buffet, próxima secção… não admira que depois de horas nisto, haja pouca vontade para doces.

A Julbord não é servida exclusivamente na Noite de Natal, ao longo do mês de Dezembro muitos restaurantes servem esta refeição. Se leram o Hipnotista  de Lars Kepler, lembrar-se-ão do jantar de Natal em que participa o Detective Joona, uma Julbord servida no Restaurante Solliden em Estocolmo.

Vamos à ementa: (alguns pratos dependem da região e tradições familiares)

(Mais fotografias quando publicar as receitas)

Secção 1 –  Peixes frios

  • Gravad lax/ Salmão curado –  salmão preparado com sal, açúcar e endro. Em Portugal já se vende no Ikea. (a tradução que fizeram para salmão marinado está obviamente errada)
  • Rökt lax/Salmão fumado
  • Inlagd sill – vários tipos de arenque em conserva. (já à venda no Ikea)
  • Rökt ål/ Enguia fumada
  • Ägghalvor med räkor, stenbitsrom och kaviarkräm/ Ovos cozidos recheados com camarões,  e “caviar”.
  • batatas e ovos cozidos
  • sourcream com endro
  • molho para gravad lax

Secção 2 –  carnes frias

  • Julskinka/fiambre de Natal
  • Leverpastej/ Pasta de figado
  • Vários tipos de enchidos frios
  • Beterraba e pepinos em conserva
  • Pão  de vários tipos incluindo o Vörtbröd (receita aqui)
  • Queijo (o mais tradicional é o queijo parecido ao  flamengo de casca vermelha)
  • Rödbetssalad/Salada de beterrada (receita aqui)

Secção 3 –  Pratos quentes:

  • Köttbullar/ almôndegas
  • Prinskorv/ salsichas (parecidas com as vulgares salsichas de lata)
  •  Revbenspjäll/ costeletas de porco assadas
  •  Janssons frestelse /tentação do Jansson –   gratinado com batatas e anchovas
  • Rödkål, Långkål, Brunkål/ Vários tipos de couve preparados com açúcar, xarope e especiarias
  • Vário tipos de mostarda e molhos
  • Lutfisk – Um prato de peixe que pode ser também servido como a secção 4 do buffet. Este peixe é seco mas sem sal como o nosso bacalhau. Tem de ser colcar de molho e tem um aspecto e consistência um pouco gelatinosas. Seve-se com molho Béchamel  e ervilhas.

Bebidas

  • Julmust (vejam este post)
  •  Mumma –  uma deliciosa bebida com cerveja preta e vinho do porto
  •  Svagdricka – cerveja light
  •  Porter  – cerveja preta
  •  Julöl – cerveja de Natal
  • Snaps : shots de vodka ou akvavit

Sobremesa

Na nossa família há também:

  • Bolo Rei
  • Bavaroise da minha avó Sara (aka Doce Cavalo/Horse Dessert)
  • Crackers, queijos ingleses e vinho do Porto (a sobremesa favorita do meu sogro que viveu muitos anos em Londres)

26 thoughts on “Véspera de Natal na Suécia – tradições e ementa

    1. Há tanto tempo que não te via 😦
      Tenho receita sim senhora!!
      Se não tiver tempo de os preparar cá em casa, deixo a receita e uma fotografia da revista na página do FB ok?

      beijinhos beijinhos

      Gostar

  1. Muito obrigada por dar a conhecer costumes e tradições e costumes que desconhecia por completo. Como outros comentários referem, é realmente bastante enriquecedor, e adorei conhecer esta outra forma de viver a consoada tão díspar daquela a que estou habituada.

    Seja qual for o local, a certeza é uma, nesta altura do ano há mesmo imensa magia no ar e na mesa, já agora.

    Gostar

    1. Muito obrigada pela visita e comentário.
      Como já tinha dito à Cristina, por vezes dúvido se este tipo de posts serão uma boa ideia, não imagina com fico feliz por saber que os meus leitores estão a seguir as minhas histórias de Natal na Suécia.

      Gostar

  2. Ana,
    Gostei muito de conhecer as tradições suecas, tão diferentes das nossas, é verdade. É aqui que reside a riqueza da partilha e sem viajar é como se lá estivessemos.
    Beijinhos
    P.S. – Lá por casa já começamos a antecipar a mesa de Natal e as sobremesas de fim-de-semana têm sido natalicias.

    Gostar

  3. A mesa está linda, e eu daria tudo por Natais mais calmos, sem a correria e estresse que aflige a todos, mas parece que ninguém larga o osso! Estou adorando as tradições, deve ser muito interessante. Quem diria, desde 1960 é o Pato Donald que dá Feliz Natal! rsrs… muito legal!

    Gostar

    1. Renata,
      Não sei se leste “Homens que odeiam mulheres” de Stieg Larsson, no principio do livro Mikael Blomkvist passa a tarde de dia 24 a ver o especial da Disney com a filha em casa da ex-mulher.

      E… Renata e Anabela
      O seu a seu dono, a fotografia foi retirada de um jornal sueco, e está indicado por baixo da imagem. (como a fonte é sueca deixei apenas a indicação em sueco, mas para evitar confusão, acrescentei tb em português)

      bjs!

      Gostar

  4. Olá Ana,
    Adorei saber os detalhes da ceia de Natal sueca 🙂
    Estou ansiosa por saber as receitas, especialmente as dos ovos recheados com camarões e caviar, a salada de beterraba e de couves, das costeletas de porco, e já agora saber se as almondegas se fazem da mesma maneira nesta época.
    Bjs

    Gostar

  5. oh que fixe!gostei mt da descrição do Natal aí 😉 eu sou super curiosa por novas culturas. ja passaste pelo meu blog? eu descrevo as minhas aventuras pelos states.. tens q ver o thanksgiving 😉

    Gostar

    1. Ana,
      obrigada!!
      Estudei em Almada, na Anselmo e tenho excelentes memórias da minha vida ai, é sempre um prazer voltar. Tentei visitar o seu blog mas há um problema com a morada….

      beijinhos e bom ano!

      Gostar

  6. Só agora vi isto. AMO JULMUST e tenho de discordar quando no outro post dizes que Apotekarnas é o melhor. Melhor julmust é nygårda e se for nygårdas ekfatslagrad vêm-me as lágrimas aos olhos. God fortsättning! 🙂

    Gostar

    1. E falei este fim-de-semana com os meus sobrinhos que n só concordam contigo como não admitem conversas, é o melhor e mais nada.
      Obrigada pelas tuas sugestões, já estou mais animada!

      Gostar

  7. Um Bom Ano também para si!
    Também estudei na Anselmo (mas a velha, que foi deitada abaixo… que saudades), onde é hoje a Praça da Liberdade, onde fica o Forum Romeu Correia, McDonal’s…
    Eu, nasci e fui criada em Almada. Vivi alguns anos em França, e regressei. Adoro a minha cidade…
    Votos de boa continuação para este blog maravilhoso.
    Um beijinho.
    Ana Paula

    PS. Já corrigi a morada do blogue. Não está actualizado… mas sempre mostra um pouco do que eu faço.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s