Ana - cozinheira

Em casa de ferreiro, quem tem telhas de vidro e outros lugares comuns …..ou como deixei de cozinhar em casa.

Terão certamente notado que aos poucos os posts da Padaria se têm vindo a alterar.  Não é que não tenha saudades de fotografar e partilhar convosco as minhas receitas, mas a verdade é que muito raramente cozinho em casa.

Enquanto estudante, ansiava pelo meu dia de folga para poder em casa testar novas ideias e receitas. A realidade de um chef profissional é diferente. No inicio da minha carreira olhava com algum desdém para os meus colegas que me diziam passar pelo burger king depois do trabalho.

Nessa altura não havia na minha cozinha um único pré-fabricado, comida comprada feita, pizzas congeladas, sopas de pacote, nada. Outro tempo, outra vida.

photo-3
Lembram-se das minhas receitas de gelados e sorbets?

Há um ano que trabalho no turno da noite, mas o meu dia começa cedo ainda em casa, por vezes ainda comigo a dormir. ( a primeira mensagem do dia é geralmente: “estás acordada?” agora estou…..)

photo-4
Nos macons. Helena um menina do servico e a primeira noite do novo HC na mini cozinha. (dois chefs, 120 convidados, e pratos.)

Encomendas, menus, fornecedores, listas, conferências, maçons, banquetes,  reuniões, tudo é feito ainda antes de vestir o uniforme.

O head chef deu-me horas de escritório, mas eu nao gosto de perder horas que posso estar na cozinha.

O peso de gerir a cozinha de um hotel, de ser responsável por tudo desde as compras para o pequeno-almoço aos banquetes nos maçons,  relatórios de higiene e inventários, é esmagador. O HC está no Kramer, eu como já vos contei tenho feito um bom trabalho no Stortorget e por isso continuo o meu trabalho como pouca ou nenhuma interferência do HC.

Sou viciada no meu trabalho, acordo por vezes e penso como inacreditável ainda é para mim ter chegado aqui, mas a minha paixão pela cozinha é diferente.
Numa cozinha profissional é essecial que sejamos rápidos e eficientes, ninguém para mexer um risotto, tudo é feito ao mesmo tempo, num ambiente que afugentaria um santo. Há o barulho dos fornos, das máquinas de lavar loica, das picadoras, o rádio sempre alto, a ventilação….

A ideia de relaxar na cozinha desapareceu do meu dia a dia. Estou livre dois sábados por mês,  comemos geralmente fora de casa. Vou em trabalho, sondar a concorrência.

photo-3
snacking, num bar em Malmö antes de um concerto há umas semanas.

Tenho saudades da minha cozinha, de cozinhar apenas por gosto, de picar uma cebola devagarinho, de apreciar os pequenos gestos e momentos de preparar o jantar com o meu viking. E de partilhar as minhas receitas e experiências na Padaria em vez de ir aos Domingos para o restaurante testar pratos novos.

Melhores dias chegarão em breve……

3 thoughts on “Em casa de ferreiro, quem tem telhas de vidro e outros lugares comuns …..ou como deixei de cozinhar em casa.

  1. Querida Ana,
    Saudades de te ler…
    Olha, entendo-te perfeitamente, pois embora não seja Chef nem lhes chegue aos calcanhares, vejo muitos programas de Chefs, sempre que possível, e é “lugar comum” todos dizerem o que acabaste de escrever e meterem-se nos cafés e take aways a altas horas da madrugada e degustar com prazer, ovos estrelados com salsichas e bacon e coisas dessas (comida dos mais pobres e comuns dos mortais), por isso, não sintas que estás em falta, pois fazes parte do mundo dos Chefs Profissionais e a realidade desses Chefs é a que acabaste de descrever.
    Um grande beijinho minha “Chef Extraordinaire” e linda preferida,
    Lia

    Gostar

  2. É bom saber que gostas tanto do que fazes que, mesmo tendo perdido essa paz da cozinha, estás feliz com o que fazes.
    Um dos meus maiores medos de passar para uma coisa profissional é perder a paixão por se tornar uma obrigação… mas acho que só arriscando descubro se continuo apaixonada mesmo na obrigação.
    Esperamos por novas receitas em breve, então 😉

    Gostar

  3. Embora nunca tenha estado nessa situação, percebo perfeitamente o que dizes. E acho que fazes bem – para mim conceber a ideia de depois de tanto trabalho na cozinha ter vontade de cozinhar mais é difícil. E depois, embora não batam os teus, esses gelados são bastante bons… 😛
    Boa sorte com tudo 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s