Cheesecake floresta negra com cobertura de espelho e quando nos surpreendemos

Não sei se a loucura do mirror glaze ou bolo espelho, ou bolo vidro, já chegou aí, mas por estas bandas não se fala de outra coisa.

DSC_1162

Eu achei os bolos que vi online tao bonitos que resolvi tentar a minha sorte e pouco jeito para os bolinhos decorados com esta técnica.

DSC_1167

Para o teste, fiz um cheesecake inspirado no bolo floresta negra, base de chocolate, recheio de cerejas e kirsch.

 

Só esta combinação já fazia uma deliciosa sobremesa, coberta com um glaze mármore rosa e branco, o meu cheesecake ficou tao bonito que eu depois de o terminar fui várias vezes ao frigorifico só para olhar para ele.

DSC_1172Eu tinha imaginado que esta cobertura ia ser difícil e que havia de tentar um par de vezes antes de  ter um bolo apresentável, mas correu como podem ver à primeira.

Nem fiz um passo a passo como queria, mas penso que nem será necessário.

DSC_1178

 

Algumas coisas importantes:

-o mirror glaze ou bolo espelho é uma cobertura que nos permite ter um bolo lisinho, brilhante e que parece que saiu de uma pastelaria.

-é muito importante que o bolo esteja na altura que aplicamos a cobertura gelado e o mais liso possível.

– a temperatura do glaze não deve exceder os 35 a 37 graus (quando não sentimos que está nem quente nem frio) ou vai derreter o bolo e escorrer demasiado.

-o sabor é leite condensado e chocolate branco, não ganha estrelas Michelin, mas é anos luz melhor do que pasta de açúcar. (vou entretanto tentar com outros sabores, depois conto.

DSC_1156

 

As fotografias são da minha  fominha de 17 cms, mas se soubesse que ia correr tao bem, teria feito mais recheio. A receita faz um cheesecake de 17 cm mas mais alto.

Outro erro meu foi ter usado com glaze branco quando tinha uma base de bolo de chocolate, como podem ver nota-se um bocadinho.

Sobrou-me ainda metade do glaze, dura até uma semana no frigorifico, já estou a planear a próxima receita.

DSC_1179

 

Cheesecake floresta negra com com cobertura mirror glaze

Para o cheesecake:

Base:

100 g de bolachas daquelas com chocolate e recheio branco

50 g de manteiga

2 colheres de sopa de kirsch (fac)

 

Preparação:

Já sabem, atirem tudo para um processador de alimentos e triturem até parecer areia molhada.

Forrem o fundo de uma forma amovível  (a minha tem 17 cms de diâmetro) com esta mistura, levem ao congelador enquanto fazem o recheio.

 

Recheio:

3 dl de natas batidas em chantilly

2 folhas de gelatina

1 dl de compota de cerejas (eu fiz a minha mas podem comprar já feita)

250 g de queijo creme

3 colheres de sopa de kirsch (ou para uma alternativa tuga, podem até usar ginjinha J )

 

Preparação:

Aqueçam a compota, retirem do lume e misturem com a gelatina previamente demolhada. Deixem arrefecer um pouco. Envolvam este preparado com as natas e o queijo creme. (Mais uma vez atenção, não batam o queijo creme, ou vai ficar líquido) Deitem o recheio na forma, alisem tudo o melhor que puderem e levem ao congelador até estarem prontos para o glaze.

 

E agora meus amigos, a receita do glaze…fácil fácil!

 

Ingredientes:

100 g de açúcar

100 g de chocolate branco

100 g de glucose ou  xarope de milho branco claro (podem usar mel mas vai ficar mais escuro.)

50 ml de água

70 g de leite condensado

2 colheres de chá (rasas) de gelatina em pó misturada em 60 ml de água.

Corante alimentar (eu use em gel)

 

Preparação:

Levem ao lume o açúcar, a glucose, xarope ou mel e a água. Deixem levantar fervura. (se têm termómetro até ao 103 graus.)

Num recipiente que suporte calor, coloquem a gelatina (que nesta altura vai parecer estilo uma esponja), o leite condensado e o chocolate branco picadinho.

Por cima deitem a mistura de açúcar. Batam com a varinha mágica, misturando bem, mas evitem criar bolhas de ar.

Nesta altura podem já acrescentar corante branco se querem um glaze mais clarinho. Se vão usar apenas uma cor, podem também fazê-lo agora.

Tapem com pelicula aderente (em contacto com o glaze para evitar criar uma película)

Levem ao frigorífico até solidificar.

Aqueçam no micro ondas, ou em banho maria só até derreter, não pode aquecer muito. Por volta dos 35 graus é o ideal. Se vão usar várias cores, dividam o glaze em partes e misturem cada pedacinho com a cor que desejam.

Eu usei corante vermelho misturado em 3 colheres de sopa de glaze.

 

Finalização:

Desenformem o cheesecake.

Alisem o melhor que puderem o topo e as laterais do bolo.

Equilibrem-no em cima de um copo e coloquem tudo dentro de um recipiente grande forrado com película aderente de modo a que possam voltar a usar o glaze que cai do bolo.

Reguem o bolo com o glaze. Eu fui misturando o cor de rosa, mais um pouco de branco, mais um pouco de cor de rosa.

Limpem a base das laterais do bolo e com muito cuidado transfiram-no para o prato de servir.

Espero que vos corra maravilhosamente bem, e se usarem a receita do glaze nesta ou outra sugestão, partilhem connosco os resultados!

8 thoughts on “Cheesecake floresta negra com cobertura de espelho e quando nos surpreendemos

  1. Tão lindo Ana!
    Já vi imensas fotos de bolos “espelho”, mas sinceramente nunca lhes dediquei muito tempo. Acho bonito, mas não me arrebata. Tenho visto quase sempre só de uma cor, mas assim marmoreado acho que fica mais bonito.
    Achei uma adaptação do floresta negra muito gira. 🙂

    Beijocas
    Marta

    Gostar

  2. whoaaaaa, ficou tão bonito!!! Nunca me atreveria a fazer, eu e gelatina somos os piores inimigos do mundo – há coisas que já me capacitei de que nunca vou conseguir fazer bem, gelatina em folha e gelatina neutra são duas delas, mayonnaise é outra… – mas este efeito marmoreado, upa upa, está mesmo muito espectacular, super elegante, faz-me lembrar um bolo digno de uma festa dos anos 20, ao melhor estilo Gatsby!!
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    Gostar

  3. Ana,
    Que lindo!!!!
    Devo viver no planeta errado, pois nunca tinha ouvido falar nesse espelho, mas fiquei curiosa e com muita vontade de experimentar.
    Ficou mesmo encantador e cheira-me que agora virá a moda (até ao enjoo) dos bolinhos com espelho, lol
    Um beijinho,
    Lia

    P.S. – Não deixaste o link do teu fraisier…

    Gostar

  4. Nunca fiz um bolo do género, mas vendo essa beleza fiquei com vontade! Ficou com uma apresentação mesmo impressionante, e imagino que a combinação de sabores seja também muito agradável 🙂

    Gostar

  5. Pingback: Financiers de coco e pêssego e coisas de fruta. |

  6. Ja fiz 3 mas n cumprj a temperatura e escorreu rapido demais. Mas vou aquecer o que sobrou deste ultimo ca costumo comer as colheres n sabia q podia aquecer, mas usei chocolate rosa com sabor a morango neste ultimo e deu um toque diferente. Obrigado pela partilha

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s