A minha vida na Suécia · bolos e sobremesas · comida sueca · Cremes, molhos, gelados e mousses · suecia

O nosso midsommar a sobremesa a condizer

Já vos confessei várias vezes que não sou grande fan de festas com hora marcada. E o midsommar para mim é mais um motivo para me sentir por vezes um pouco ainda mais estrangeira nesta terra.

DSC_0937

Tivesse eu um marido sueco que dançasse à volta do poste, que tivesse uma peça de roupa branca, ou gostasse particularmente do ar livre e a coisa fosse talvez diferente, assim como somos, o que realmente queriamos era ir nestes dias passar o fim de semana a Londres ou Berlim, mas não podemos

thumbnail_IMG_4270thumbnail_IMG_4279thumbnail_IMG_4267thumbnail_IMG_4282

Todos os anos a minha Evelyn nos convida para ir almoçar com ela na véspera do midsommar, todos os anos aceitamos porque não a queremos deixar sozinha neste dia que para ela ainda é especial.

DSC_0932

thumbnail_IMG_4268
o Jardim da Evelyn

Ontem não foi diferente, e à hora marcada lá estávamos nós, com o ar mais animados que conseguimos, com um enorme vaso de ervas aromáticas para a minha sogra plantar no seu jardim.

(se me seguem no Instagram viram já algumas destas fotografias)

O almoço é sempre o mesmo, é o mesmo no Natal e na Páscoa, os suecos são imensamente originais. Batatas, endro, natas azedas, ovos cozidos, arenque, salmão.

À sobremesa,  morangos com natas e leite, discute-se como sempre  a questão dos morangos suecos. Isto tudo sem acesso a um copo de álcool que seja porque como o  viking vai guiar a minha sogra não serve vinho à refeição.

DSC_0936
Morangos suecos

Depois do almoço perguntei à Evelyn se queria ir ver o poste decorado num portinho perto da casa dela onde costumamos ir comer peixe fumado.

DSC_0935

thumbnail_IMG_4289
O poste pronto para a danca da tarde. Vejam o video no instagram

 

A Evelyn contei-vos há uns meses, agora é biónica, tem umas ancas novas e está ainda a recuperar, e por isso felizmente não tive de aguentar muito tempo deste arraial. Para o ano há mais.

A receita de hoje é uma versão da sobremesa típica deste dia: morangos, leite, natas.

Uma sobremesa leve, fresca e que celebra o verão, os dias longos e cheios de sol a luz e  o  renascer da natureza.

 

 

 

DSC_0933

 

 

Gelado de iogurte e leite com morangos e merengue

Para o gelado:

Ingredientes:

2 folhas de gelatina

200 g de açúcar

2 dl de leite

1 l de iogurte natural (com alto teor de gordura)

 

Preparação:

Levem ao lume o leite e o açúcar, cuidado para não ferver demasiado. Juntem ao liquido a gelatina previamente demolhada. Deixem arrefecer um pouco. Adicionem depois ao iogurte e gelem na vossa sorveteira ou no congelador batendo com uma batedeira de vez em quando.

 

Merengue:

2 claras de ovo

100 g de açúcar

 

Preparação:

Aqueçam o forno a 100 graus.

Batam as claras em castelo e juntem depois aos poucos e sem parar de bater o açúcar.

Espalhem o merengue num tabuleiro  forrado com papel vegetal e levem ao  forno para secar sem ganhar cor.

 

Vão precisar também de:

Morangos salpicados com um pouco de acuar e sumo de limão ou água de rosas

Erva cidreira, menta ou outra erva fresca. (eu usei erva cidreira)

 

Finalização:

Numa tijela ou prato de sopa coloquem o gelado, os pedaços de merengue, decorem com morangos e a erva cidreira. Simples e perfeito.

4 thoughts on “O nosso midsommar a sobremesa a condizer

  1. Eu gostava de passar um Midsommar sueco, em Oland, gostava de passar um Midsommar na Finlândia – a minha nóia com a Finlândia até a mim me cansa loool, mas os lagos, e Rovaniemi, e as florestas, fogo, aquilo dá cabo de mim! – mas sem um copinho de vinho que fosse???? LIVRA!!! Eu cá sou muito apologista do vinho, não fosse eu portuguesa, ahahahahah. Esse gelado ficou com ar de nuvem, ao ver as primeiras imagens perguntava-me como raios é que ela conseguiu fazer com que o gelado parecesse um sonho leve, um algodão? Mas depois lá vi a gelatina, a miserável da gelatina que me destrói as sobremesas todas quando a usoooooo! Bolas.
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    Gostar

  2. Ana minha querida,
    Vale o que vale e valeu pela sobremesa e por este post magnífico.
    Nós também não temos pachorra para esse tipo de celebração que por aqui acontece (na town), duas vezes por ano e ambas em Junho, como deves ter percebido nos vídeos do meu instagram durante este mês. (o desfile das vaidades, como eu e o Nuno gostamos de lhes chamar) mas, em Roma sê romano e como, comunidades portuguesas no país que nos adoptou estão, para nós, completamente fora de questão, há que participar da cultura do local sem grandes reacções ou protestos, lol.
    Um beijinho,
    Lia

    Gostar

  3. Mesmo que não gostes da tradição mais geral, parece-me que a tua rotina associada à festa consiste numa outra tradição à tua maneira muito agradável! Até porque envolve essa (ou uma variação dessa) sobremesa deliciosa. A adaptação com gelado e merengue parece-me tão bem 😀

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s