A minha vida na Suécia · A Pastelaria · bolos e sobremesas

Magusto sem castanhas, querer é poder e um bolo surpreendente

Novembro é o mês das castanhas, de magustos, água-pé e jeropiga em Portugal. Há S. Martinho, volta o verão. Ao anoitecer as nossas cidades enchem-se de um fumo branco e perfumado, e não resistimos a um pacotinho de castanhas assadas na corrida para o cacilheiro a caminho de casa.

dsc_0183-2-copy

Aqui nem tanto. O S. Martinho, muito tradicional no sul da Suécia, festeja-se com carne de ganso, sopa de sangue e bolo de maçãs. (Vejam mais sobre este dia neste post muito antigo.)

A Marta escolheu como ingrediente do mês castanhas, e eu percebi assim que vi o seu post que este ia ser um desafio complicado.

Procurei esperei e desesperei, castanhas frescas não encontro, passei depois aos purés congelados, castanhas em lata, nada.

dsc_0189-2

Mas eu, sabem bem, não sou mulher de cruzar os braços e em desespero de causa virei-me para o doce de castanhas que trago todos os anos em quantidades industrias de França.

dsc_0186-2

Eu nunca tinha usado este, ou outro doce como ingrediente de um bolo, mas admito que fiquei surpreendida com o resultado. Este bolinho é tao leve e aromático, tao fofinho, tao delicioso, que em vez de recurso tenho a certeza de que se vai tornar um clássico aqui por casa.

dsc_0185-2

Gostava de ter fotografias com os ouricinhos de castanhas, com um saquinho de sarapilheira, mas por aqui  o mais próximo que me aproximo dos nossos magustos é com uma garrafa de jeropiga enviado pelo meu pai, e doce de castanhas francês. Não é o tradicional, mas se fechar os olhos e comer um pedacinho deste bolo, quase sinto o calor do cartuchinho de castanhas assadas nas mãos.

dsc_0190-2

 

Bolo de Castanhas e amêndoas – sem glúten, sem lactose.

 

Ingredientes:

  • 150 g de doce de castanhas
  • 100 g de amêndoas raladas
  • 3 ovos
  • 75 g de açúcar
  • 1 colher de chá de canela moída
  • 1 pitada de sal

 

Preparação:

Aqueçam o forno a 175°C e barrem uma forma redonda com manteiga, polvilhando com canela ou açúcar escuro.

Batam todos os ingredientes até duplicarem de volume. Como não há glúten na farinha de amêndoa não correm o risco de ficar com um bolo pesado.

Deitem o preparado na forma e levem ao forno até estar cozido, o que demorará por volta de 30 minutos. Desenformem o bolo e salpiquem-no com açúcar e canela antes de servir.

4 thoughts on “Magusto sem castanhas, querer é poder e um bolo surpreendente

    1. Olá Meire!
      Pode cozer as castanhas e fazer um puré 🙂 Este doce é francês. Encontrei num site brasileiro a receita deste doce, será que ajuda?
      beijinhos e obrigada pela visita 😉

      Gostar

  1. Olá querida Ana!
    Minha doce, costuma-se dizer que a necessidade aguça o engenho 🙂 e quase que dou comigo a dar graças por não haver castanhas frescas na Suécia 🙂 Que bolinho bom Ana! Tem um aspeto verdadeiramente delicioso. E eu adoro a união da amêndoa com castanha, acho que fica sublime. Obrigado, por, mesmo com todas as dificuldades e sem encontrares castanhas, teres querido marcar presença na rubrica de novembro. Obrigado de coração minha querida pelo gesto tão carinhoso. És um doce 🙂

    E fosse possível, e soubesse eu que elas ainda chegavam quentinhas, envia-te um cartuxinho de castanhas assadas!!

    Beijos enormes
    Marta

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s