A Pastelaria · bolos e sobremesas · desafios receitas

Baked Alaska de violetas e mango

Sabia eu ler há pouco tempo quando comprei no antigo Pao de Acucar em Almada, um livro com o titulo “Cozinhar é fácil quando se sabe como”. Esta obra cheia  de receitas acompanhadas com desenhos maravilhosos para uma criança nos anos 80, vive ainda em casa da minha mana, e  foi neste livro que pela primeira vez vi um baked Alaska.

DSC_0048

Pareceu-me a mim estranho como o gelado não derretia,  como o merengue podia estar quente, toda a sobremesa ir ao forno… e o gelado….

Esta sobremesa quase mágica é um clássico que vai fascinando geração depois de geração. Há as versões mais simples, as muito anos setenta, flamejadas à mesa, merengues mais ou menos bonitos, há o forno e hoje em dia, o lança- chamas!

DSC_0047.jpg

Quando estava encarregue da cozinha do Stortorget, esta foi uma das sobremesas que fizeram parte do menu num dos verões que lá trabalhei. Os mini Baked Alaska eram preparados e reservados no congelador, onde havia também um saco de pasteleiro de merengue italiano que tinha de ser feito a cada dois dias.

DSC_0050.jpg

Se têm de guardar merengue no frio optem pelo congelador em vez do frigorífico onde o merengue vai ficar líquido em horas.

DSC_0049.jpg

Baked Alaska é o desafio deste mês do Sweet Word a decorrer até dia vinte em casa da Lia, e é esta combinação de gelado, bolo e merengue que partilho hoje convosco.

DSC_0052.jpg

Os sabores que escolhi para esta sobremesa numa versão  fresca e de verão foram violetas e mango.

Agora nao vos vou mentir, comprei o gelado de violeta e o sorbet de mango já feitos, são da marca sueca Sia,  foram os sabores escolhidos pelo viking e são deliciosos.

Quando posso e tenho tempo gosto de fazer gelados e sorbets em casa, e podem ver as inúmeras receitas para estas sobremesas aqui na padaria bem como um guia completo de como se fazem sorbets perfeitos, mas com menos de uma semana entre o último dia de trabalho e ir de férias e tanto ainda que fazer…

Recordar-se-ao que há um tempo fiz um bolo de violetas para a Evelyn, e se querem fazer  o gelado em casa podem usar um gelado de baunilha, (todas as receitas de gelado na padaria têm a mesma receita base), e aromatizar com licor de violetas e um pouco de corante lilás.

DSC_0045.jpg

O mais difícil nesta receita, é como também notou a Lia, cobrir o gelado com o merengue rapidamente para que o gelado não derreta enquanto o decoramos.

Eu usei em casa a mesma técnica que fazemos  fazíamos no restaurante. Mini baked Alaska em tamanho individual, merengue italiano e maçarico em vez de ir ao forno.

Como já vos disse imensas vezes, invistam num maçarico a sério, daqueles de soldador, estilo lança-chamas. Vendem-se em lojas de construção, são mais baratos, duram mais e queimam um creme brulee ou um baked alaska em segundos.

Fiz o bolo num tabuleiro e cortei depois em círculos do tamanho das meias esferas que usei para o gelado.

Baked Alaska de violetas e mango

Vão precisar de:

Preparação.

Facam  o bolo e cozam a massa num tabuleiro. Preparem a calda de violetas. Encham meias esferas de silicone com gelado e sorbet.

Preparem o merengue italiano.

Cortem o bolo em círculos do tamanho da base das meias esferas.

No momento de servir:

Coloquem cada círculo de bolo nos pratos de servir. Por cima ponham as meias esferas de gelado e sorbet. Cubram cada uma com o merengue tao rapidamente como conseguirem e queimem usando um maçarico, sirvam imediatamente!

 

4 thoughts on “Baked Alaska de violetas e mango

    1. Olá Ana,
      fica tão lindo assim em miniatura!
      Estive quase para usar queimador em vez de o levar ao forno, até porque se consegue efeitos de cor muito giros,. mas depois optei por levar ao forno…. com o coração nas mãos confesso, mas lá o meti no forno.
      Gostei tanto, mas tanto, deste baked alaska, que tenho a certeza será repetido cá por casa…
      a tua conjugação de sabores parece-me fabulosa… e as fotos estão de salivar menina.
      Beijinhos grandes
      Marta

      Gostar

  1. Querida Ana,
    Muito obrigada por estes maravilhosos baked alaska.
    Eu também adoro fazer gelados caseiros mas foi-me mesmo impossível fazê-los para esta edição e por isso também tive de usar de compra mas de excelente qualidade, pois isso foi ponto de honra.
    Estes teus sabores deixam-me de água na boca só de pensar neles, pois imagino-os absolutamente divinos.
    Muio obrigada uma vez mais. Beijinho grande e mal posso esperar para continuar o nosso Bake Off :))),
    Lia

    Gostar

  2. As tuas respostas aos desafios do SW são sempre surpreendentes, Ana! E como nós adoramos isso. 🙂
    Estes Alaskas estão um mimo. Além do exterior lindo, intenso e tão perfeito, o interior está de derreter!
    E nem sei o que dizer do gelado de violetas!? A não ser que fiquei a pensar em como será e a babar.
    Maravilhosa proposta!
    Muito Obrigada.

    Bjinhos

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s