Célia, este é para ti, e uma visita à Arken e à boozeland

Fomos na semana passada a Copenhaga visitar mais uma vez o museu de arte moderna Arken. Adoro este lugar, parece um barco perdido literalmente no meio das dunas.

DSC_0988

Continuar a ler

Almoço na Taberna do Mercado e a nova paixão do Viking

O almoço na Taberna do Mercado do chef Nuno Mendes foi a melhor refeição desta nossa visita a Londres. Podem ler mais sobre este dia aqui.

Sempre achei estranho que durante as férias se queira comer e viver como se estivéssemos em casa. São os ingleses que não passam sem o fish and chips, os suecos que vão para hotéis com outros suecos ouvir música sueca, comer almôndegas e salmão fumado.

IMG_4013

Continuar a ler

Domingo à tarde, livros, chocolate quente e um presente dos nossos meninos

Nos fins-de-semana em que trabalho aos sábados, o tempo livre passa a correr. Sexta à tarde, quando todos se preparam para voltar a casa, ainda saio eu para o meu trabalho,  sábado é ainda pior.

DSC_0567

Há fins-de-semana em que me sinto como a ver a vida por trás das portas da cozinha. Vejo todos a passar para sair com os amigos, vejo casais de mãos dadas,  vejo  famílias, festas de anos e despedidas de solteira.

O  viking vai por vezes a um concerto com os amigos, jantares ou encontros dos seus clubes, eu passo a noite em tachos e panelas.

DSC_0568

Todas as sextas-feiras, dois sábados por mês.

O Domingo é todo o fim-de-semana que tenho.

E se durante os meses de bom tempo aproveitamos para sair e passear, durante o inverno optamos por muitas vezes por passar o dia em casa com os nossos meninos. Um dia a ler, ver filmes, ou  na sala a beber um chocolate quente e conversar, pode parecer-vos aborrecido, mas para nós e o céu.

Hoje passámos a tarde a ler, eu a devorar mais uma novela do agente Pendargast, muito melhor do que qualquer livro de mistério e aventuras. O viking agarrado a The circle de Dave Eggers.

DSC_0570

Os três meninos dormem, está nevoeiro, sente-se o frio lá fora e vai já anoitecendo, mas na nossa casa em semi silêncio, saboreamos estas poucas horas de descanso, enquanto vamos bebendo este chocolate quente, uma receita só nossa que hoje partilho convosco.

DSC_0572

Para estes pequenos grandes prazeres usamos as nossas chávenas especiais, um presente para a mãezinha e o paizinho que recebemos dos nossos meninos.

E vocês como passaram o vosso domingo?

 

Chocolate quente para fins-de-semana muito curtos

 

Serve duas pessoas, 4 chávenas pequenas

Ingredientes:

Leite, água ou “leite vegetal”

2 colheres de sopa de cacau em pó (eu uso Valrhona Cocoa Powder 100%)

1 colher de café de extracto de baunilha

adoçante a gusto

1 cálice de vinho do Porto

 

Preparação:

Aqueçam bem o leite, água ou leite vegetal, juntem o vinho do Porto e restantes ingredients, batam num misturador um com uma varinha mágica. (Uma receita numa frase, deve ser um record)

Uma semana cheia de mudanças e um pouco de conforto para o meu viking

Eu sabia que era inevitável.
Admito de depois do choque da notícia me comecei a preparar, a convencer de que eu tinha de mudar. “O restaurante não é a tua casa”, “Isto é um emprego não é uma missão”, “deixa de trabalhar horas extras, deixa de fazer turnos de 15 horas sem uma pausa”, “há tantas coisas que queres fazer e nunca tens tempo, aproveita agora”.

DSC_0110
A trabalhar no restaurante há tanto tempo e salvo os dias em que alguém esteve doente, fui poupada ao turno da noite excepto em Setembro.
A partir desta semana deixo os almoços e começo no turno do jantar.
Sou uma pessoa optimista, penso que ter os dias livres representa mais tempo para passear, ler, para o blogue, para testar receitas em casa.
Sou positiva, já não preciso de me levantar todos os dias às 5.30 a.m., apanhar o autocarro às 6.20, começar a trabalhar às 7 da manhã. Deixo a responsabilidade de ter de receber e conferir mercadorias, desempacotar caixas e caixas de alimentos, ter a comida pronta para o staff do hotel, para o serviço de almoço….
Sei que o chefe que vai tomar conta do almoço tem trabalhado de noite desde que começou connosco há quase um ano. Sei que é justo, sei-o, mas tenho medo.

DSC_0105
Receio o estado em que a cozinha vai estar quando eu começar o meu turno porque a verdade é que este chef é o tipo mais desorganizado e porquinho que conheço na cozinha.Receio perder o contacto com o que se passa no hotel durante o dia.
Mas nada é pior do que deixar de ter tempo para estar com o meu viking. Porque a verdade é que ele me deixa a dormir quando sai para o trabalho, e quando eu volto do restaurante ele já está deitado.
Penso muitas vezes se deveria ter continuado a trabalhar num infantário, se deveria deixar este emprego e procurar outro com horários mais estáveis, onde eu pudesse estar em casa todas as noites, onde não trabalhasse todos os sábado e tivesse um dia de folga numa quarta-feira.
Mesmo com todo o apoio do mundo do viking sinto-me culpada, quase como se o tivesse enganado. Porque a verdade é que ele conheceu uma professora, apaixonada por Literatura Medieval, com cabelo longo e mãos bonitas, e passados onze anos tem em casa uma mulher que chega a casa (quando chega) a cheirar a comida, coberta de cortes e queimaduras.

DSC_0107
Não me interpretem mal, não tenho do que reclamar, e não sou mulher para perder tempo com auto comiseração, mas quando estou no trabalho (que na verdade é o meu passatempo), e recebo uma mensagem do marido: “amor, devias estar em casa há três horas”, sinto um aperto no coração.
No fundo o que preciso é de tentar equilibrar melhor o trabalho com a vida privada, aprender a valorizar melhor o que realmente importa.
Hoje neva, está frio, ideal para nos metermos na caminha com chá, livros ou um filme e os nossos meninos. Eu trabalho até às onze da noite, e ao meu viking que vai passar o serão sozinho com três gatos, deixo-lhe estes potinhos de chocolate e uísque.

DSC_0118

Potinhos de chocolate com espuma uísque (não gosto muito desta palavra em português…uísque…soa estranho não?)

Esta é mais uma receita que se faz em minutos, eu faco estes potinhos quando tenho o forno quente depois de o usar para outros cozinhados. (160°C) Podem ou não usar a baunilha ou o uísque, claro.

Ingredientes: (6 potinhos, eu uso chávenas de café)

• 100 g de chocolate amargo
• 100 ml de leite
• 1 ovo
• 1 colher de sopa de sopa de uísque
• Extracto de baunilha

Para a espuma

Ingredientes:
• 1,5 dl de leite
• Uísque
• 1 colher de chá de café solúvel
• 1 colher de sopa de açúcar

Preparação:
Levem a levantar fervura o leite com o uísque e a baunilha. Deitem a mistura sobre o chocolate picado. Misturem, acrescentem o ovo batido, encham as vossas chávenas ou potinhos e colo-quem-nas no forno. (Aquecido a 160°C).
Desliguem o forno e deixem a porta semi-aberta.
Continuem com a vossa vida. Quando o preparado dos potinhos tiver solidificado um pouco coloquem-nos no frigorífico.

Mesmo antes de servir preparem a espuma aquecendo todos os ingredientes e batendo-os com uma varinha mágica.
Deitem a espuma quente sobre os potinhos frios e sirvam imediatamente.