A Pastelaria · bolos e sobremesas · Por aí

Eierschecke de Dresden – os Modern Talking e um copinho de snaps

Antes de deixarmos Dresden (vejam aqui e aqui o relato da nossa visita) passámos ainda pelo café onde se pode, dizem, comer-se o melhor bolo tradicional de Dresden o Eirschecke, uma espécie de bolo de queijo, muito muito bom.

dsc_0448

Continue reading “Eierschecke de Dresden – os Modern Talking e um copinho de snaps”

A Pastelaria · bolos e sobremesas

Já em Agosto e cheesecake de cenoura, canela e gengibre

Já estamos em Agosto, e eu espero até ir de férias ter tempo para ainda escrever os capítulos finais das nossas férias do ano passado, e deixar-vos muitas sugestões fresquinhas e rápidas ideias para estes meses.

DSC_09366-2

Continue reading “Já em Agosto e cheesecake de cenoura, canela e gengibre”

A Pastelaria · bolos e sobremesas · desafios receitas · Uncategorized

Cheesecake floresta negra com cobertura de espelho e quando nos surpreendemos

Não sei se a loucura do mirror glaze ou bolo espelho, ou bolo vidro, já chegou aí, mas por estas bandas não se fala de outra coisa.

DSC_1162

Eu achei os bolos que vi online tao bonitos que resolvi tentar a minha sorte e pouco jeito para os bolinhos decorados com esta técnica.

Continue reading “Cheesecake floresta negra com cobertura de espelho e quando nos surpreendemos”

A minha vida na Suécia · A Pastelaria · bolos e sobremesas · Cremes · Cremes, molhos, gelados e mousses · desafios receitas

Cheesecake de morangos, skyr e lakrits

Maio é o mês dos morangos, em Portugal, na casa da Marta e no meu coração. Desde que me lembro que sempre houve bolos de morangos para o meu aniversário ou durante este mês já cheio de sol a anunciar o verão e as férias.

DSC_0947

O meu viking faz anos em Julho, à Suécia os morangos chegam mais tarde, e por isso e embora com dois meses de diferença, ambos associamos estes tesouros aos nossos aniversários.

DSC_0950

Admito que nunca me habituei a comer morangos durante o Inverno, há-os aqui, fáceis de encontrar, importados, já atravessaram o mundo, mas nunca me sabem aos morangos de Maio.

DSC_0956

Os morangos suecos, pelos quais a minha sogra espera pacientemente todos os anos, são mais pequenitos, e muito mais caros.

Sueco que é sueco, espera pelos morangos nacionais, sueco que é sueco, já comprou à beira da estrada, e pagando o preço do morango sueco, morangos made in Spain que os espertos compram mais baratos, colocam numa caixinha cheia de bandeirolas azuis e amarelas e fazem passar por jordgubbar. É a nossa versão do gato por lebre, fresa por jordgubb.

DSC_0952

A minha participação neste desafio da Marta é um cheesecake com muitos morangos, skyr e lakrits. O skyr e o lakrits são dois ingredientes típicos do norte da Europa e muito apreciados nestes países.

 (O leitor que há uns meses que disse que eu tinha de deixar de usar palavras estrangeiras no meu blogue está já a ter um dia cheio, e a escrever um novo comentário cheio de lições de língua portuguesa)

DSC_0955

Skyr é um produto lácteo  da Islândia, rico em proteínas e baixo em gordura. Sabe a iogurte, com um toquezinho azedo, e tem uma textura semelhante ao iogurte grego gordo, mais sólido. Não é  um iogurte e talvez seja ainda difícil encontrar em Portugal, mas podem claro substitui-lo por iogurte turco ou grego. A introdução do iogurte torna o cheesecake mais leve dos que sao feitos apenas com queijo creme e natas, e ganha também em sabor. Se puderem experimente, vão gostar.

Cheesecake de morangos, skyr e lakrits

Ingredientes:

(1 cheesecaka, forma redonda de fundo amovível de 18 cm de diâmetro)

Base:

  • 100 g de bolachas tipo digestivas Maio é mês de Morangos_frame
  • 50 g de manteiga
  • 1 pitada de lakrits/ alcaçuz em pó

Recheio:

  • 3 folhas de gelatina
  • 1,5 dl de natas
  • 75 g de açúcar
  • 2,5 dl de skyr ou um iogurte sólido
  • 150 g de queijo fresco em creme

Para servir:

Muitos muitos muitos morangos

Preparação:

Para a base:

Com um processador de alimentos misturem as bolachas, a manteiga e o lakrits. Deitem o preparado na forma previamente forrada com papel vegetal e levem ao frigorífico.

Para o recheio:

Coloquem as folhas de gelatina a demolhar em água fria. Batam  1 dl das natas com o açúcar, juntem o skyr e o queijo e batam apenas o suficiente para misturar. Aqueçam  o restante 0,5 dl de natas, e dissolvam neste líquido quente as folhas de gelatina bem espremidas. Misturem no preparado de queijo e skyr. Deitem a mistura sobre a base e levem de novo ao frio até solidificar. Antes de servir desenformem e cubram com morangos.