Convidei para jantar – Ridley Scott

… if only you could see what I’ve seen with your eyes!

A quarta-edição do Convidei para jantar está até dia 16 a decorrer em casa da Pami que nos desafiou a partilhar a nossa mesa com um realizador de cinema. Por favor respeitem o pedido da Pami e não usem carne nas vossas receitas.

A escolha aqui  foi difícil, a verdade é que somos um casal de movie nerds com uma enorme colecção de filmes em casa e nunca perdemos a estreia da mais recente obra dos nossos realizadores favoritos, os bilhetes para o Dark Shadows já  estão comprados.

Para jantar convidámos o realizador de dois dos nosso filmes favoritos: Alien e Blade Runner. A chegar está também Prometheus, será  Noomi Rapace depois a nova Ripley?…

Nestes filmes a  atmosfera  escura e claustrofóbica contrasta com momento de luz e imensa beleza: A fuga desesperada de Zhora, as palavras finais de Roy. I’ve seen things you people wouldn’t believe. Attack ships on fire off the shoulder of Orion. I’ve watched C-beams glitter in the dark near the Tannhauser Gate. All those moments will be lost in time, like tears in rain. Time to die.

Ripley  no cryotube,  uma Branca de Neve perdida no espaço, nos seus sonhos monstros que Giger ajudou a criar… Final report of the commercial starship Nostromo, third officer reporting. I should reach the frontier in about six weeks. With a little luck, the network will pick me up. This is Ripley, last survivor of the Nostromo, signing off.

Para o jantar preparámos Couscous de Couve-flor com Pesto de Hortelã e Nozes. Esta refeição vegan não só é deliciosa e rápida de preparar, como muito saudável e equilibrada.

Ingredientes: (nas quantidades que desejarem)

  • Couve-flor
  • Nozes
  • Azeite
  • Sal e pimenta
  • Folhas frescas de hortelã ( manjericão também é uma boa alternativa)

Preparação:

Cortem a couve-flor em pedacinhos tão pequenos quanto possível. Levem-na ao lume numa frigideira com o mínimo de água para que coza levemente sem se desfazer. Escorram o excesso de água, temperem com sal e pimenta e reservem.

Num almofariz ou processador de alimentos, misturem a hortelã com as nozes e azeite de modo a criar um  molho, temperem a gosto.

Antes de servir misturem a couve-flor com o pesto, decorem com mais nozes e umas folhinhas de hortelã. Para uma versão não vegan, acompanhem com um pouco de queijo parmesão ralado.

Puré de Couve-flor – comfort food sem peso na consciência

 Admito que hesitei um pouco antes de publicar esta receita,  é apenas um puré, simples, nada inovador, quase impossível de tornar apetecível  numa fotografia.
Há uns anos vi uma chef concorrente no programa TopChef, fazer um puré de couve-flor que muito agradou, pela sua suavidade e riqueza a Martha Stewart.
Pensei que a couve-flor daria um óptimo substituto para  a minha favorita comfort food, puré de batata que, por ser tão pesado e calórico, reservo para dias em que só uma tigelinha de puré de batata a saber a limão e com uma valente colher de manteiga ainda a derreter, serve para nos confortar o corpo e o espírito.

 

Ingredientes:

  • 1 couve flor média
  • Raspa de limão
  • Sal e pimenta
  • Noz-moscada
  • Manteiga

 

Preparação:

Limpem, cortem a couve-flor e cozam-na em água com sal até estar tenrinha. Escorram-na e ainda quente coloquem-na no processador de alimentos com um pouco de manteiga, pimenta, raspa de limão e noz-moscada. Triturem até obterem um creme macio. (Podem triturar a couve-flor usando uma varinha mágica.)

Kassler com alecrim no forno e couve-flor gratinada

Kassler é uma peça de carne de porco salgada e ligeiramente fumada, estilo fiambre, oriunda da Alemanha e muito consumida na Suécia. Há imensas receitas com este tipo de carne que é muito versátil e saborosa. Para seguir esta receita em Portugal podem usar bifes de fiambre, fiambre cortado em fatias com aproximadamente 0,5 cm de espessura. A couve-flor gratinada, rica  cremosa e low carb, é o acompanhamento perfeito para este  ou qualquer outro tipo de carne assada.
 

Ingredientes: (4 pessoas)

Para o kassler/Fiambre

  • Fatias de fiambre
  • 1 colher de sobremesa de alecrim
  • 1 colher de sobremesa de paprika em pó

Para o gratin

  • 1 couve-flor
  • 2,5 dl de natas ( podem usar as extra magras)
  • 1dl de leite
  • 5 colheres de sopa cheia de queijo parmesão ou outro a vosso gosto.
  • Sal, pimenta e noz-moscada

Preparação:

Liguem o forno a 200ºC.

Cozam a couve-flor em água com sal durante 5 minutos. Escorram e reservem.

Numa tigela misturem o leite, as natas e o queijo, temperem com sal, pimenta e noz-moscada.

Coloquem a couve-flor num pirex ou outro recipiente que possa ir ao forno. Reguem com o preparado anterior e levem ao forno até estar completamente cozinhada e o creme gratinado, o que demora cerca de 20 minutos.

Disponham as fatia de fiambre num tabuleiro de ir ao forno, salpiquem com a paprika e  alecrim. Como o fiambre tem alguma gordura e já foi salgado, não precisam de acrescentar quaisquer outros ingredientes, basta levar ao forno até estar tostadinho.