Cevadoto de cenoura e parmesão e as boas intenções

Embora não seja pessoa de grandes planos, votos ou promessas no inicio de cada ano, acabo sempre por pensar em coisas que no principio de cada ciclo gostaria de concretizar.

dsc_0439

Continuar a ler

Ervilhas para a Marta

A Marta  – Intrusa na Cozinha criou uma nova rúbrica no seu blogue e convida-nos todos todos os meses a nos nossos blogues,  publicar receitas que usam um determinado ingrediente. Abril  é mês de ervilhas.

DSC_0829

E se em casa da Marta há já várias suestes que usam este legume de que tanto gosto, eu
deixo-vos para começar uma sugestão muito simples de uma sopa que faço em minutos e que serve acima de tudo para dar a conhecer este projecto tão interessante.

DSC_0828

Há talvez um ano publiquei uma torta deliciosa de ervilhas e salmão, vejam aqui.

DSC_0830

Sopa Primavera:

Ingredientes: (sem medidas como sempre neste tipo de sugestões)

ervilhas congeladas

1 cebola picada

2 palsternacas picadas Abril 2016

caldo de legumes

1 batata

azeite

sal e pimenta

rebentos de ervilhas

creme fraiche

queijo parmesão

 

Preparacao:

Levem ao lume todos os ingredientes excepto o rebentos de  ervilha, as ervilhas, o  caldo e o creme fraiche. ( o queijo, claro)

refoguem ligeiramente o preparado, acrescentem o caldo de legumes, ou água e quando os legumes estiverem cozidos  misturem também as ervilhas e alguns rebentos.

Passem com a varinha mágica, temperem a vosso gosto e decorem com ais rebentos de ervilhas, creme fraiche e parmesão.

Fusão sem confusão, e um risoto para dois

Admito que nao sou admiradora da chamada cozinha de fusão. Um risoto é um risoto, sushi é sushi.

Antes desta receita sem alguém me dissesse que podíamos terminar um delicioso risoto com um pouco de creme fraiche em vez de manteiga, teria tido a mesma reação de quando vi o meu antigo HC a  usar natas para o mesmo efeito: Blasfémia!

DSC_0659

Imagino que em vossas casas estão também a pensar, que eu endoideci e que para a semana há aqui no blogue uma receita de pizza de ovos moles, mas acreditem em mim, este risoto é fantástico e um pouco mais leve do que o tradicional. Subiu já para o top das refeições favoritas do viking, e se experimentarem será certamente uma das vossas também.

DSC_0654

Foi o nosso prato principal para o dia de S Valentim antecipado no domingo passado, e o viking perguntou se eu podia voltar a fazer esta receita caso estivesse livre dia 14.

Eu uso salmão fumado a quente, o sabor e textura deste tipo de cura é muito diferente do salmão fumado a frio, e se conseguirem encontrar o primeiro, aconselho-vos vivamente a que experimentem.

Decorei o prato com “caviar vegetariano”, mas outra excelente alternativa é caviar de salmão.

 

 

Risoto de salmão com creme fraiche

 

Ingredientes (duas pessoas)

1 cebolinha picada

1 ramo de endro

1 colher de sopa de óleo

1,5 dl de arroz para risoto (usamos carnaroli)

0,5 dl de vermute seco

caldo de legumes, ou marisco qb

sal e pimenta

2 colheres de sopa de queijo parmesão

2 colheres de sopa de creme fraiche

salmão fumado a quente

caviar vegetariano

 

Preparação:

Fritem levemente a cebolo no óleo sem deixar ganhar cor.

Juntem o arroz, fritem e acrescentem o vermute. Deixem o álcool evaporar.

Aos poucos vão juntando o caldo quente, mexendo de vez em quando. Temperem com sal e pimenta.

Quando o risoto estiver cozido ao vosso gosto, retirem do lume e acrescentem o queijo ralado e o creme fraiche.

Sirvam imediatamente decorado com salmão, endro e caviar.